Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Secretaria do Meio Ambiente e Infraestrutura
Início do conteúdo

Em reunião extraordinária, deputados sabatinam indicado para o Conselho da Agergs

Publicação:

alrs sabatina
Em reunião extraordinária, deputados sabatinam indicado para o Conselho da Agergs - Foto: Reprodução / TV ALRS
Por Agência de Notícias ALRS

A Comissão de Segurança e Serviços Públicos da Assembleia Legislativa realizou uma reunião extraordinária na quinta-feira (30) para a arguição pública de Paulo Roberto Petersen, indicado pelo governo do Estado para compor o Conselho Superior da Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos Delegados do Rio Grande do Sul (Agergs).

Graduado em Direito, com pós-graduação em Gestão em Transportes de Passageiros, Paulo Roberto Petersen é diretor de Operações da Planalto Transportes, na qual atua há mais de 30 anos. Ele contou ter iniciado sua jornada profissional em 1976, quando concluiu curso de formação do Exército e foi para Santa Maria como oficial, tendo ficado responsável pela gestão financeira da unidade militar por sete anos. Ressaltou que, no período, jamais houve qualquer apontamento do Tribunal de Contas do Estado. Cursou Engenharia Mecânica na Universidade de Santa Maria na época, mas não concluiu o curso devido a compromissos familiares e profissionais.

Com experiência tanto na parte de processos militares, como “no outro lado da mesa”, na iniciativa privada, e conhecimento do transporte municipal, interestadual e internacional, disse acreditar que poderá contribuir muito com a Agergs.

Relator do requerimento do governo que encaminha a indicação, o deputado Gilberto Capoani (MDB) afirmou que estava satisfeito com as informações de que dispunha previamente e assegurou que, na próxima semana, apresentaria parecer favorável para ser votado pelo colegiado. Acrescentou que o currículo do indicado ainda incluía uma premiação na área ambiental. Também os demais parlamentares ressaltaram a qualificação e a experiência do indicado.  

Sebastião Melo (MDB) observou que há cerca de um mês ou dois haviam indicado o professor Luiz Afonso Senna para a Agergs, que, assim como Petersen, também possuía larga experiência e um bom currículo. Afirmou que a pandemia evidenciava problemas já existentes e que o setor de transportes – urbano, municipal ou intermunicipal – havia colapsado e perguntou o que o indicado pensava sobre a regulação do setor.

Gerson Burmann (PDT) expressou confiança de que Petersen auxiliaria na regulação dos preços dos pedágios, enquanto Edegar Pretto (PT) avaliou que ele era a pessoa certa para enfrentar as dificuldades do momento. Já Luiz Henrique Viana (PSDB) perguntou sobre a experiência do indicado em outros temas concernentes à Agergs.

O presidente da comissão, deputado Jeferson Fernandes (PT), referiu o sentimento dos usuários de que não havia quem respondesse por eles e pediu que o indicado ao Conselho buscasse dar mais credibilidade ao trabalho da agência reguladora.

Paulo Roberto Petersen reconheceu que o momento era muito crítico e que, se antes as empresas já vinham com dificuldades, agora a situação se agravara. Refletiu sobre aspectos que interferiam nos valores das tarifas e disse que era preciso olhar para todos com muito cuidado.

Reunião ordinária
Antes da arguição, em reunião ordinária, os deputados aprovaram parecer favorável do deputado Gerson Burmann (PDT) ao Projeto de Lei 282/2019, do deputado Valdeci Oliveira (PT), que permite o uso do nome afetivo nos cadastros das instituições escolares, de saúde, cultura e lazer, por crianças e adolescentes sob guarda provisória, no processo de adoção.

Outra matéria que constava na Ordem do Dia, o PL 304/2019, da Procuradoria-Geral de Justiça, recebeu pedido de vista do deputado Jeferson Fernandes.

Estiveram presentes na reunião os deputados Jeferson Fernandes (PT), presidente, Edegar Pretto (PT), vice-presidente, Gerson Burmann (PDT), Sérgio Turra (PP), Dirceu Franciscon (PTB), Elizandro Sabino (PTB), Luiz Henrique Viana (PSDB), Gilberto Capoani (MDB), Sebastião Melo (MDB), Franciane Bayer (PSB), Tenente-Coronel Zucco (PSL) e Fábio Ostermann (NOVO).

Publicado originalmente pela Agência de Notícias ALRS.

AGERGS