Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Secretaria do Meio Ambiente e Infraestrutura
Início do conteúdo

Em Pauta - Novas regras do Código de Trânsito Brasileiro entram em vigor nesta semana; saiba o que muda.

Publicação:

WhatsApp Image 2021 04 13 at 11 00 45
A nova lei prevê algumas atualizações, como o aumento da validade da carteira nacional de habilitação (CNH). - Foto: ASCOM AGERGS
Por ASCOM AGERGS

Os motoristas têm de ficar atentos às mudanças no Código de Trânsito Brasileiro (CTB) que entraram em vigor na segunda-feira (12) em todo o país. A nova lei prevê algumas atualizações, como o aumento da validade da carteira nacional de habilitação (CNH) e dos pontos para suspensão do documento. As novas regras foram aprovadas pelo Congresso e sancionadas pelo presidente Jair Bolsonaro no ano passado, mas a vigência começa seis meses após a publicação. 

Desde o envio do pacote de mudanças por parte do governo ao Congresso, os principais pontos da atualização geraram críticas por parte de especialistas. Já o Executivo federal afirma que o processo vai simplificar e desburocratizar o sistema, reduzir custos e aumentar investimento em medidas educativas. Saiba quais são as principais alterações abaixo: 

Validade da CNH: A nova lei aumenta de cinco para 10 anos a validade da CNH para condutores com até 50 anos. O prazo atual, de cinco anos, continua para aqueles com idade igual ou superior a 50 anos. Já a renovação a cada três anos passa a valer apenas para os motoristas com 70 anos de idade ou mais. Profissionais que exercem atividade remunerada em veículo (motoristas de ônibus ou caminhão, taxistas ou condutores por aplicativo, por exemplo) seguem a regra geral.

O Departamento Estadual de Trânsito (Detran-RS) informa que o que vai definir o prazo máximo é a idade do condutor na data de realização do exame. No entanto, o órgão destaca que o médico perito examinador de trânsito pode reduzir a validade conforme resultado sempre que entender necessário. Independentemente da data de vencimento da atual habilitação, os novos prazos começam a valer a partir desta segunda-feira. O Detran-RS destaca que nada muda no caso de CNHs já emitidas e válidas.

Pontuação de multas: Agora, existe gradação de 20, 30 ou 40 pontos em 12 meses conforme existam infrações gravíssimas ou não. O condutor será suspenso com 20 pontos se tiver cometido duas ou mais infrações gravíssimas; com 30 pontos se tiver uma infração gravíssima; e com 40 pontos se não tiver cometido infração gravíssima nos 12 meses anteriores.

Para o condutor que exerce atividade remunerada, a suspensão será com 40 pontos, independentemente da natureza das infrações. Isso valerá para motoristas de ônibus ou caminhões, mas também para taxistas, motoristas de aplicativo ou mototaxistas.

Porte de documento: A nova lei flexibiliza a obrigação. O porte do documento poderá ser dispensado em situações em que a fiscalização conseguir comprovar a validade da habilitação do condutor por meio do sistema.

Proteção de ciclistas: Agora, se torna uma infração gravíssima.

Exame toxicológico: Segue a exigência para condutores com carteiras das categorias C, D e E na obtenção ou renovação da CNH e a cada dois anos e meio. 

Para ver as outras regras que foram modificadas, acesse o link. 

Comentários

AGERGS