Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Secretaria do Meio Ambiente e Infraestrutura
Início do conteúdo

Grupo espanhol Sacyr, vencedor da licitação da RS-287, visita a AGERGS

Publicação:

"A AGERGS vai cumprir o seu papel de independência em relação ao concessionário, aos usuários e ao próprio Governo", diz Senna.
"A AGERGS vai cumprir o seu papel de independência em relação ao concessionário, aos usuários e ao próprio Governo", diz Senna. - Foto: ASCOM AGERGS
Por ASCOM AGERGS - Aniuska Van Helden

“A partir da homologação do edital, após as tratativas burocráticas, inicia-se a ação e relação da Agergs com a empresa, que é a fiscalização e regulação, num período de 30 anos”

 

A AGERGS – Agência Reguladora dos Serviços Públicos Delegados do Rio Grande do Sul, recebeu na tarde desta quinta-feira, 11/02, a visita do Grupo espanhol Sacyr, empresa vencedora da licitação da RSC-287 com o consórcio Via Central, a qual será regulada pela Agência. 

O Conselheiro-Presidente da AGERGS, Luiz Afonso Senna recepcionou os engenheiros Aquilino Espejo Martinez e Leandro Conterato, diretores da Sadyr, juntamente com a Diretora Geral da agência Stelamaris Calovi; Diretor Jurídico, Vinícius Ilha e Diretor de Tarifas, Carlos Alvim. 

“A partir da homologação do edital, após as tratativas burocráticas, inicia-se a ação e relação  da Agergs com a empresa  que é a fiscalização, regulação que vai se dar num período de 30 anos. É um longo período em que o contrato deverá ser observado na sua íntegra e a AGERGS vai cumprir o seu papel de independência em relação ao concessionário, aos usuários e ao próprio Governo, ou seja, mantendo o equilíbrio econômico-financeiro do projeto, fazendo cumprir o contrato na sua plenitude e assegurando que ao longo destes 30 anos tudo ocorra como foi previsto originalmente”, declarou o Presidente Senna.

A homologação do contrato realizada na quinta-feira (11) proporcionará - nos próximos 30 anos - a duplicação do trecho entre Tabaí e Santa Maria. Com a assinatura, o grupo também passará a administrar as duas praças de pedágio já existentes na RSC-287 – em Venâncio Aires (km 86) e Candelária (km 131). A cobrança nas praças que serão construídas – em Tabaí (km 47), Paraíso do Sul (km 168) e Santa Maria (km 214) – só deve ocorrer a partir do primeiro mês do segundo ano da concessão.

 

GRUPO SACYR

A concessão da RSC-287 é a primeira do grupo no Brasil. No entanto, a companhia é responsável por 44 concessões em dez países. Os 3.814 quilômetros sob responsabilidade da empresa estão espalhados pela Espanha, México, Reino Unido, Colômbia, Itália, Estados Unidos e Chile.

AGERGS